Portabilidade no Android e suas dificuldades

Postado por Redação Blog do Android em December 14, 2011 – 20:102 comentários

Já vimos muita coisa rolando depois do lançamento do ICS e da liberação do código fonte do Android 4.0. É aquela famosa corrida dos desenvolvedores e dos fabricantes para portar os smartphones e tablets para o novo sistema operacional do Google.
portabilidade
Duas das grandes fabricantes Motorola e SONY já divulgaram os passos necessários para portar seus dispositivos para o Ice Cream Sandwich.
 
Mas que dificuldades são essas?
O processo não é o dos mais fáceis, na teoria é simples: Adaptar o novo SO da Google para hardware dos smartphones / tablets, testar, fazer as customizações, testar (novamente), enviar a versão compilada para os testes de certificação (aqui no Brasil é a ANATEL que faz os testes finais) para depois serem enviados para as operadoras e assim divulgados para os consumidores fazerem as atualizações…
 
O que a SONY disse.. 

Segundo a SONY, a primeira coisa a fazer é adaptar o HAL (Camada de Abstração de Hardware) na qual é uma camada de software que realiza a integração das aplicações com os componentes de hardware com os processadores. No caso da SONY a linha antiga utilizava processadores Texas Instruments, agora a linha 2011 do Xperia utiliza os processadores Snapdragon Qualcomm (veja a imagem abaixo de um tablet com processador Qualcomm S4 rodando o ICS) e então a SONY terá o trabalho de fazer a adaptação de seus dispositivos com relação ao HAL.

qcom

O HAL é a camada principal que diversos componentes fazem a interação (WiFi, bluetooth, audio, acelerômetro, giroscópio, outros sensores, cameras, GPS, componentes multimídia e gráficos). Se o HAL não for bem configurado ele pode impactar na funcionalidade de um dos serviços do dispositivo.

HAL
Em relação aos processadores é fazer a adaptação do chipset, memória e armazenamento trabalharem de forma eficaz para que o dispositivo tenha uma aceleração de hardware boa o suficiente para ser aprovada nos testes.Depois disso é feita a integração dos patches do Android, fornecidos pelo Projeto AOSP como tratamento de erros, novas atualizações, customizações, funcionamento dos players de vídeo e música, USB, entre outros.
publicpush
Por último a SONY realiza os testes para garantir a estabilidade do SO com o dispositivo, garantido o suporte local (suporte nativo de todas as linguagens do Android), para que tudo funcione perfeitamente. Feito o processo, a versão portada é levada para os testes de certificação e aprovada nos testes, a versão pode ser distribuída para os consumidores.
E a Motorola?? 
Bom a Motorola começa descrevendo sobre o GED – Google Experience Device (Dispositivo de Experiência do Google) que na verdade são os smartphones G1, o Nexus One, o Nexus S e o Galaxy Nexus; que são lançados com a parceria do Google com uma fabricante. O fruto desta parceria, além de sair um smartphone Top no mercado, também é mostrado ao mundo uma nova versão do Android. A partir daí é só aguardar o codigo fonte sair para que se possa desenvolver e adaptar os smartphones e tablets para a nova versão do SO.O primeiro passo da Motorola é mesclar e adaptar o novo SO junto com as arquiteturas de hardware dos dispositivos juntamente com as customizações das operadoras (isso é muito comum com as operadoras americanas; como exemplo, cada operadora americana pode vir a lançar um smartphone com diferentes versões (até no design), mas é o mesmo modelo. O Galaxy S II lá fora tem algumas versões variando de cada operadora. Aqui no Brasil, não tem muito disso, às vezes é somente o boot de inicialização que leva o logo da operadora e um ou outro aplicativo específico.

Para Motorola isso significa que os seus desenvolvedores trabalhem no código fonte liberado e incorporando o código nos dispositivos, sendo feitas as adaptações para os processadores Qualcomm, Texas Instruments e Nvidia e integrando com HAL e os softwares da Motorola (MotoCast, Smart Actions, soluções para empresas, entre outros) para fornecer aos consumidores a melhor experiência do dispositivo.

motodev_android
Depois são feitos os testes para garantir a estabilidade da versão portada nos dispositivos e verficar as falhas e bugs encontrados, medindo os requerimentos de qualidade e estabilidade para serem enviados para os testes de certificação.Nos testes de certificação há um ciclo de testes em que cada operadora possa indicar seus requisitos mínimos para que a versão portada seja liberada (pode ser que uma operadora tenha identificado 2 ou 3 requisitos diferentes de outra operadora). O ciclo tem duração de 2 a 3 meses até completar todos os testes e verificar se a versão foi aprovada para ser distribuída.
Ao passar nas avaliações dos testes, a versão portada para a versão mais recente do Android é liberada para os usuários fazerem a atualização, levando em consideração todo o suporte para os dispositivos e para o Android.
E meu smartphone / tablet por que ele não será atualizado? E agora eu quero o Ice Cream Sandwich no meu dispositivo!!! 
Calma, nem tudo está perdido, ainda temos a esperança dos desenvolvedores que fazem as modificações (as mais famosas CyanogenMOD e MIUI e até as que somente fazem a portabilidade para as novas versões) que disponibilizam as ROMS customizadas para dispositivos que tem tanto as atualizações oficiais (mas tiram a baboseira toda das customizações dos fabricantes) e para os demais dispositivos. Como diz meu amigo Zanon “Eles até colocam outras…”.
Video do Kindle Fire rodando o ICS[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Fg819ZqLMIY[/youtube]O processo de portabilidade dos desenvolvedores “freelancers” é mais ou menos o mesmo, é tentar adaptar o máximo possivel do hardware e drivers dos dispositivos para o ICS, fazer testes e testes, lançar versões alfa e beta até chegar na versão estável.
Video do Motorola RAZR rodando o ICS[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=udp0uRQJpdg[/youtube]Bom, mas é através deles é que muita gente consegue ter seu smartphone com o SO de ultima geração ou com funcionalidades e características melhores do que o original. Posso até citar o meu exemplo, que tenho um Galaxy 5 com a ROM CyanogenMOD 1.6 Hotfix 2 com o Android Gingerbread (sendo que o G5 parou no Froyo).
 
Mas quais são essas funcionalidades?

Alguns ports podem ter partições SWAP, extensor de memória e outras caracteristicas (isso depende muito da velocidade do seu cartão de memória), podendo a portabilidade ser muito boa ou muito ruim, que não foi no meu caso.

E como faço para saber se meu dispositivo, mesmo que não seja oficial receba a ROM customizada para o Android 4.0?

Com a ajuda do fórum XDA Developers (o mais conhecido e que reune a maior parte dos desenvolvedores que fazem as ROMS customizadas para o Android), eles colocaram um tópico com o status das portabilidades do Ice Cream Sandwich para alguns dispositivos:

http://forum.xda-developers.com/showthread.php?p=20139152

Outras forma de verificar se seu aparelho possui alguma ROM customizada é vasculhar no próprio fórum do XDA Developers e nos fórums do CyanogenMOD – http://forum.cyanogenmod.com/ e do MIUI http://forum.miuibrasil.net/ (coloquei o fórum brasileiro), quem sabe seu smartphone já tenha alguma atualização disponível para fazer?

custom-rom-cyanogenmod-miui-brasil

Fonte: Mestre Android

Ahh quem tem um G5 (igual a mim) procurem no fórum do MAD Team http://www.madteam.co/forum/forum/ (lá o fórum também tem categorias em português, o que ajuda muita gente). Se vocês soberem de outros sites e fórums com versões customizadas do Android para outros smartphones, divulguem nos comentários do post!!!

Video do Galaxy S II rodando o ICS[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ISAI6qbQm6U[/youtube]Para finalizar, ainda não sabemos quando teremos uma versão estável do ICS portada para dispositivos já lançados (pode demorar, pode), enquanto não sabemos quem ganha essa corrida entre “Fabricantes x Desenvolvedores”, nós meros consumidores estamos aguardando o ICS em nossos aparelhos anciosamente…Fontes: Engadget, Motorola Blog e Sony Developer World
Tags: , , , , ,

2 Comments »

Deixe um comentário!

Add your comment below, or trackback from your own site. You can also subscribe to these comments via RSS.

Be nice. Keep it clean. Stay on topic. No spam.

You can use these tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

This is a Gravatar-enabled weblog. To get your own globally-recognized-avatar, please register at Gravatar.